Quinta, 22 de Junho de 2017.

Fundação Ezute Apresenta Soluções em Simulação e Serviços Analíticos na Conferência de Simulação e Tecnologia Militar - CSTM 2016

Fundação Ezute Participa da LAAD Security 2016.
 

Organização expõe na feira que ocorre durante o evento, de 14 a 16 de junho, em Brasília (DF).

 
A Fundação Ezute será um dos destaques na Feira Internacional de Materiais da Conferência de Simulação e Tecnologia Militar – CSTM 2016. Durante o evento, que acontece entre os dias 14 e 16 de junho no Quartel General do Exército, em Brasília (DF), o público presente, formado por integrantes das Forças Armadas, profissionais da indústria nacional e gestores de segurança, terá a oportunidade de conhecer os diferenciais em simulação e serviços analíticos da organização.
 
Com 19 anos de atuação, a organização foi criada para ser a integradora do projeto SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia) e, hoje, atua como a instituição transformadora e parceira das organizações públicas e privadas no Brasil. Para isso, a Fundação Ezute se respalda em seu extenso histórico na formulação e implantação de projetos estratégicos no setor de defesa e segurança. Entidade privada, sem fins lucrativos, a Fundação Ezute atua em System Engineering, prestando serviços intensivos em conhecimento para, em parceria com o cliente, conceber, especificar, planejar e implementar projetos complexos. A organização tem atuado em projetos estruturantes, sistemas tecnológicos, absorção e desenvolvimento de novas tecnologias e apoio à gestão de programas estratégicos, tanto na área civil quanto na de defesa.
 
Em seu portfólio, a Fundação Ezute conta com projetos em diversas áreas. Alguns destinados às Forças Armadas, Prefeitura e Governo de São Paulo e Ministério dos Esportes. Dentre os projetos voltados para atender à Defesa vale destacar a concepção do SISGAAz (Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul), e o apoio à gestão no desenvolvimento do Míssil de Superfície e a absorção de tecnologia, na França, do sistema de combate de submarinos. Para a Prefeitura e Governo de São Paulo e para o Ministério dos Esportes, há projetos voltados à gestão estratégica complexa, como o gerenciamento das obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ou a integração do Bilhete Único, para o SPTRANS.
 
Na área de serviços analíticos para a geração de indicadores, a Fundação Ezute apresentará na CSTM 2016 o EZMETRICS, composto por indicadores dinâmicos sociais, operacionais e de inteligência. A plataforma é destinada a gestores e cientistas de dados e contribui para transformar uma administração burocrática em gerencial, focada em resultados. “Nossa plataforma combina a análise de dados com uma visão objetiva por meio de técnicas de inteligência artificial, Big Data e estatística, permitindo simulações e diagnósticos, além de identificar riscos e oportunidades”, destaca o Diretor de Mercado da Fundação Ezute, Dailson Mendes de Oliveira.
 
A organização também apresentará as soluções na área de simulação, entre elas a plataforma tecnológica para simulações de cenários complexos. Desenvolvida pela Ezute com o apoio da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) -- em decorrência da conquista do Prêmio Finep de Inovação em 2011, na categoria ICT, região Sudeste -- a plataforma tem múltiplas aplicações no apoio ao planejamento de ações de Segurança e Defesa Civil. Um exemplo é a simulação de evacuação de estádios, que foi testada na arena de tênis do complexo olímpico do Rio de Janeiro. Outro exemplo é a simulação de inundações provocadas por chuvas, que pode subsidiar o planejamento de ações preditivas, preventivas e corretivas relacionadas a emergências e desastres. A plataforma de simulação viabiliza a experimentação de múltiplas possibilidades de resolução de problemas complexos, permitindo, inclusive, a visualização gráfica dos resultados obtidos.
 
Também será apresentada a solução de simulação instalada na Hidrelétrica Santo Antônio, em Porto Velho (RO), desenvolvida pela Ezute como resultado de um projeto de pesquisa e desenvolvimento do programa de P&D da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Inédito no Brasil, o simulador permite a capacitação dos operadores da Hidrelétrica Santo Antônio, complementando o processo de certificação da equipe. Com o equipamento é possível construir um ambiente virtual dinâmico e imersivo, possibilitando a execução de manobras da hidrelétrica, em um ambiente idêntico ao real.
 
Outra solução desenvolvida pela Ezute nesse segmento é o Simulador Didático do Sistema de Combate das Fragatas Classe Niterói (SiComFrag), adotado para qualificar os alunos dos cursos de aperfeiçoamento e expedidos no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) como recurso instrucional na capacitação para identificação de avarias nos equipamentos e sua influência na operação do Sistema.
 
“Participar da CSTM 2016 é uma grande oportunidade para mostrarmos os diferenciais da Fundação Ezute, principalmente nas áreas de simulação e tecnologia militar, e o quanto podemos contribuir para o desenvolvimento e a soberania do país. Temos a expectativa de aprofundar futuras parcerias estratégicas com os atuais clientes, mantendo sempre o foco nas necessidades das Forçar Armadas e Forças Policiais do Brasil”, conclui Dailson.
 
Sobre a Ezute
 
A Fundação Ezute é uma organização privada sem fins lucrativos cuja missão é transformar as organizações públicas, melhorando produtividade e eficiência. Oferece serviços intensivos em conhecimento e atua em parceria com seus clientes na formulação de estratégia, na evolução tecnológica e organizacional, no apoio à gestão de projetos complexos e no desenvolvimento de conhecimento crítico. Aplicando a visão sistêmica, a Fundação Ezute utiliza systems engineering, para conceber, especificar, planejar e implementar empreendimentos estratégicos.
A Fundação Ezute tem origem na Fundação Atech, criada em 1997 e designada pelo Governo Federal para ser a instituição integradora do projeto SIVAM/SIPAM (Sistema de Vigilância da Amazônia / Sistema de Proteção da Amazônia). Ao longo da sua história, a organização tem atendido prioritariamente às necessidades do governo brasileiro, atuando em projetos estruturantes, em sistemas tecnológicos complexos, na absorção e desenvolvimento de novas tecnologias e na gestão complementar de empreendimentos estratégicos, tanto no âmbito civil quanto no de defesa.
 
Na área de cidadania, é parceira da Fundação Anita Pastore D´Ângelo e da Escola Aberta do Terceiro Setor. No setor de educação assumiu, em 2015, as operações da escola de inglês da Fundação Educacional União Cultural, antiga União Cultural Brasil-Estados Unidos. Todas as fundações citadas são acompanhadas pelo Ministério Público do Estado de São Paulo.
...
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS



Copyright © Faer Editora e Publicidade Ltda.
Todos os direitos reservados.